quarta-feira, 5 de novembro de 2008

De maré!

O blog tá morgado - do baianês, sem ânimo, sem pique, cansado, desmotivado... O QUE? Desmotivado??? Porra nenhuma!!! Esse blog é retado, velho, ninguém quebra a guia dele não!

Alguns dias de maresia foram bons para deixar nossos leitores na instiga, querendo mais e mais posts! E foram melhores ainda para essa Autora que vos escreve, que reuniu algumas palavrinhas bem baianas para citar aqui!

E para recomeçar, vamos focar nessa tal de MARESIA que eu falei aí em cima. Eu vivo de maresia! Sabe o que é isso? É coisa de quem tá de le-seeeeeeeeeeira, de quem tem pre-guiiiiiiiiiiiiiiiça, de quem tá com uma mo-leeeeeeeeeeeza... É a mais baiana de todas as palavras, com certeza! Se a maresia for muito grande e você não quiser nem pronunciar a palavra toda, pode dizer que tá "de maré"! Todo mundo na Bahia vai entender.

Maresia também é aquela brisa que vem do mar, que estraga os eletro-eletrônicos, corrói os metais e acaba com tudo! Não sei quem foi o baiano que associou uma coisa com a outra mas, se pensarmos bem, isso deve ter começado com algum pescador de le-seeeeeeeeeeeira, na beira do mar... Os colegas devem ter dito que tava enferrujado, de maresia (me senti Cid Teixeira agora!)!

Outro dia desses, aprendi com nosso Autor que maresia também se chama "boréstia". Na moral, desconheço totalmente essa daí, prefiro nem comentar! Prefiro dizer que maresia é igual a banzo! Aí eu sei o significado direitinho. Banzo era uma doença que os escravos tinham, que os deixavam apáticos, abatidos, moles. Virou ironia, como tudo que acontece naquela terra. "Quié, rapaz, que moleza é essa? Tá de banzo, é?!".

Captou o espírito da coisa? Pois é... Eu captei demais! Não sei se é pelo adiantado da hora, mas me bateu uma maresia da porra aqui agora... Ô, velho, na moral! Depois eu escrevo mais, viu?!

Um comentário:

O Autor disse...

heheheheh
não sabia o que era boréstia porque tava de maresia!
se acorde, viu?! kkkkkkk
mais um excelente post! como todos os outros!
bjao pra Autora!